quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Um ano quase novo e o paraíso chamado Brasil


Foto: Rio Araguaia.com.br

Por A. Coutinho
"Certo, se no princípio de tudo eles levavam nosso pau (brasil), hoje pouco mudou, pois vivem levando nosso... ferro; seja de Carajás ou das Gerais, pouco importa. Mas isso é apenas a parte visível do rombo, tal como rombo foi feito sempre para assemelhar-se a iceberg. Uma parte minúscula, visível; outra, a do leão, invisível ou desapercebida." A. Coutinho
 Para acessar o texto completo, clique em Um ano quase novo e o paraíso chamado Brasil