segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Linhas de transmissão do futuro: Dançando com a Natureza


Telma Monteiro

HDA criou uma nova tecnologia de construção para torres de transmissão que foi usada pela primeira vez na Passarela Olímpica de Turim, Italia. O projeto chamado de Dancing with Nature foi resultado de um concurso de desenho para torres de transmissão de energia de alta voltagem que além da preocupação estética deveria ter qualidade técnica e um mínimo impacto visual no meio ambiente.

A proposta vencedora foi inspirada na natureza para derrubar esse visual agressivo das grandes e assustadoras estruturas de ferro das atuais torres de transmissão.  O desafio da competição estava na contradição de usar uma estrutura artificial para representar a natureza e criar um símbolo tecnológico de compatibilidade e simbiose do homem com o ambiente.

A inspiração se deu a partir da observação de brotos de uma árvore jovem que têm flexibilidade para suportar tensão provocada pelos ventos.  As superfícies triangulares da "torre" têm uma força elástica e refletem luz com elegância e sombra mínima. A forma e a tensão dos cabos respondem individualmente às forças naturais e criam uma ilusão de "dança" na paisagem.

A concepção de  Hugh Dutton, para torres de transmissão de energia,  venceu o concurso em dezembro de 2009. Fonte: Arch Daily (matéria original em inglês)